Normalmente, partindo da transformação de uma ou várias matérias obtêm-se em simultâneo vários produtos. Tipos de produtos em produção conjunta:

  1. Produtos Principais ou Coprodutos – São os produtos com relevância idêntica no negócio da empresa;
  2.  Subprodutos – são produtos secundários que resultam do processo de produção dos produtos principais
  3. Resíduos – são subprodutos, mas sem valor de mercado (ou baixo valor) e normalmente implicam custos para a empresa para a sua remoção da fábrica

Para cada tipo de produto existem os critérios mais adequados para a repartição dos custos conjuntos entre si:

  • Produtos principais:
    • Critério da quantidade produzida
    • Critério do valor de venda potencial ou da produção
    • Critério do valor de venda da produção no ponto de separação – este é o mais completo, dado que tem em consideração o valor de mercado de cada coproduto e elimina os custos específicos do peso na reparticação dos custos conjuntos
  • Subprodutos:
    • Critério Lucro Nulo – os custos de produção são imputados até que a margem deste produto seja nula
  • Resíduos:
    • Critério do Custo Nulo – ou seja, tipicamente são os produtos principais que suportam os custos dos resíduos.

 

Aproveitando um exercício que me enviaram com dúvidas para esclarecer as diferenças entre os tipos de produto que podem ser gerados numa produção conjunta, deixo aqui como exemplo:

A empresa XPTO fabrica em regime de produção conjunta dois produtos principais A e B, um subproduto C e um resíduo D. Da contabilidade analítica referente ao mês passado obtiveram-se os seguintes elementos:

Custos conjuntos – Materiais e custos transformação

1.555 €

Custos específicos não industriais:

  Produto A

160 €

  Produto B

240 €

  Subproduto

20 €

Quantidades Produzidas e Vendidas

  Produto A

60 unids

  Produto B

120 unids

  Subproduto

250 unids

Preço de venda unitário:

  Produto A

16 €

  Produto B

12 €

  Subproduto

0,40 €

Custo de remoção do Resíduo da fábrica

25 €

A empresa utiliza os seguintes Critérios de Repartição dos Custos Conjuntos:

  • Produtos Principais: Valor de Venda no Ponto de Separação
  • Subproduto: Lucro Nulo
  • Resíduo: Custo Nulo

1. Custo unitário dos Produtos Principais A e B 

PRODUTO VALOR VENDA C.ESPEC.
Ñ IND
VVPS % C.CONJUNTOS CIPA CIPA UNIT
A 960 € 160 € 800 € 40% 590 € 590 €     9,83 €
B 1.440 € 240 € 1.200 € 60% 885 € 885 €     7,38 €
TOTAL 2.000 € 100% 1.475 €

Nota: só 2 questões, para chegar ao Valor de Venda no ponto de Separação (VVPS) temos de retirar ao valor de venda todos os custos específicos e para se chegar ao valor dos custos conjuntos é necessário apurar o custo que será atribuído ao Subproduto.

2. Custo de Produção do Subproduto

VENDAS 100€
CIPV 80 €
MB 20 €
CÑIND 20 €
RESULTADO 0 €

Nota: no Subproduto aplicando-se o Lucro Nulo, deve-se imputar os custos de produção na proporção do valor de vendas não coberto por custos específicos não industriais, neste caso é apenas preciso 80€ para cobrir o valor das vendas.

3. Demonstração de Resultados da empresa

DR PROD. A PROD. B SUBPROD. TOTAL
VENDAS 960 € 1.440 € 100 € 2.500 €
CIPV 590 € 885 € 80 € 1.555 €
RESÍDUO 25 €
MB 370 € 555 € 20 € 920 €
CÑIND 160 € 240 € 20 € 420 €
RESULTADO 210 € 315 € 0 € 500 €

TS