Contabilidade

Secções Homogéneas – Exercício Completo

A empresa Pneumania, Lda. dedica-se à recauchutagem de pneus usados e à sua posterior comercialização. O processo de fabricação resume-se no seguinte: O pneu usado passa inicialmente por uma fase de teste, onde se verificam a existência de condições mínimas para a sua recauchutagem. Seguidamente passa por uma fase de raspagem, onde é retirada a parte restante da banda de rodagem. Posteriormente é passada uma cola e é colocada uma nova banda de rodagem (previamente moldada ou não). Finalmente, o pneu passa pela fase de vulcanização onde lhe é atribuída a textura pretendida.

No processo de recauchutagem estão definidas as seguintes secções:

  • Secções Principais:
    • Raspagem:
    • Enchimento
    • Moldagem
    • Vulcanização
  • Secção Auxiliar:
    • Manutenção – sendo a sua actividade repartida às secções principais em função dos custos directos variáveis

A Moldagem e a Vulcanização ocorrem muitas vezes em simultâneo, pelo que há uma troca de prestações entre estas duas secções.

A empresa procede à recauchutagem de dois tipos de pneus: AC (pneus de autocarros e camiões) e L (pneus de automóveis ligeiros). Do mês anterior são conhecidos os seguintes elementos:

Custos gerais: Valores
Serviços administrativos 52.100 €
Serviços comerciais 26.800 €
Custos financeiros 10.280 €
Proveitos financeiros   5.360 €

Matéria-Prima: Bandas de Borracha

Quantidade Custo Unitário
Existência Inicial           –           –
Existência Final          ?          ?
Compras     45.700        2 €

Consumo unitário de matérias-primas:

Consumo Unitário
Pneus AC         5,5 kg
Pneus L         2,5 Kg

Pneus recauchutados:

                    Pneus AC                                    Pneus L
Quantidade Custo Unitário Quantidade Custo Unitário
Existência Inicial      1.200        32 €     2.100        19,50 €
Existência Final      1.500          ?         ?            ?
Produção          ?         ?     7.150            ?
Vendas      3.520      58,20 €     8.000          31 €

Não havia existência final e inicial de produtos em vias de fabrico.

Consumos das secções:

Descrição Raspagem Enchimento Moldagem Vulcanização Manutenção
Salários 10.100 € 28.600 € 8.500 € 14.500 € 7.000 €
Ordenados 4.100 € 12.400 € 3.500 € 5.000 € 2.000 €
Água 140 € 380 € 300 € 120 € 300 €
Electricidade 1.200 € 2.100 € 1.800 € 2.900 € 800 €
Matérias Subsidiárias 900 € 1.400 € 1.600 € 1.500 € 600 €
Matérias Diversas 400 € 560 € 500 € 200 € 100 €
Depreciações 4.520 € 7.872 € 6.000 € 8.176 € 3.360 €

Nota: Sobre os salários e ordenados é imputada uma taxa de 56% de encargos sociais.

Actividades das secções e reembolsos:

Descrição Raspagem Enchimento Moldagem Vulcanização
Produtos
  Pneu AC   400 Hh    2.200 Hm    800 Hm       500 Hm
  Pneu L   400 Hh    2.600 Hm    500 Hm    1.200 Hm
Reembolsos
  Moldagem       300 Hm
  Vulcanização    200 Hm
Total Secção  800 Hh   4.800 Hm 1.500 Hm    2.000 Hm

Outra informação relevante:

  • A empresa utiliza o FIFO na valorização das matérias-primas e dos pneus AC e o LIFO na valorização dos pneus L;
  • Considere-se custos directos variáveis: água, electricidade, matérias subsidiárias e diversas;
  • A empresa utiliza o sistema de custeio total.

RESOLUÇÃO:

Nota: vou seguir o enunciado na integra, dado ter sido um pedido especial, mas alertar que em Portugal já não se utiliza o critério de valorização LIFO.

MAPA DOS CUSTOS DE TRANSFORMAÇÃO:

C.Unit. Raspagem Enchimento Moldagem Vulcanização Manutenção
Quant. Valor Quant. Valor Quant. Valor Quant. Valor Quant. Valor
Custos Directos     29.312,00€   76.272,00€   28.920,00€   43.316,00€   19.200,00€
 Salários 10.100,00€ 28.600,00€ 8.500,00€ 14.500,00€ 7.000,00€
 Ordenados 4.100,00€ 12.400,00€ 3.500,00€ 5.000,00€ 2.000,00€
 Encargos      Sociais 7.952,00€ 22.960,00€ 6.720,00€ 10.920,00€ 5.040,00€
 Água 140,00€ 380,00€ 300,00€ 120,00€ 300,00€
 Electricidade 1.200,00€ 2.100,00€ 1.800,00€ 2.900,00€ 800,00€
 Matérias  Subsidiárias 900,00€ 1.400,00€ 1.600,00€ 1.500,00€ 600,00€
 Matérias  Diversas 400,00€ 560,00€ 500,00€ 200,00€ 100,00€
 Depreciações 4.520,00€ 7.872,00€ 6.000,00€ 8.176,00€ 3.360,00€
Reembolsos
 Manutenção  16,50% 3.168,00€  27,75% 5.328,00€  26,25% 5.040,00€  29,50% 5.664,00€ -19.200,00€
 Moldagem 26,43€ -7.929€ 300  7.929€
 Vulcanização 28,46€  200  5.692€ -5.692€
Custo Total   800 32.480,00€ 4.800 81.600,00€ 1.500 31.720,00€ 2.000 51.217,00€   0,00
Custo Unit. 40,60 €   17,00 €   21,15 €   25,61 €

Cálculos Auxiliares:

  1. Os Custos Directos: resultam da informação disponibilizada no enunciado que apresenta para cada secção a distribuição dos diferentes custos. Não esquecer de acrescentar os Encargos Sociais, que representam 56% sobre os ordenados e salários. Exemplo para a secção Raspagem: (10.100€ + 4.100€) x 56% = 7.952€
  2. Reembolsos: temos de dividir os reembolsos em 2 partes.

Secção Manutenção: o seu custo tem de ser distribuído na totalidade pelas diferentes secções principais de acordo com a informação disponibilizada, que indica que o custo desta secção é repartido em função dos custos directos variáveis das secções principais. Assim temos:

Custos Directos Variaveis Raspagem Enchimento Moldagem Vulcanização
  Água 140,00€ 380,00€ 300,00€ 120,00€
  Electricidade 1.200,00€ 2.100,00€ 1.800,00€ 2.900,00€
  Matérias Subsidiárias 900,00€ 1.400,00€ 1.600,00€ 1.500,00€
  Matérias Diversas 400,00€ 560,00€ 500,00€ 200,00€
Total 2.640,00€ 4.440,00€ 4.200,00€ 4.720,00€ 16.000,00€
Repartição Custos Manutenção 16,50% 27,75% 26,25% 29,50%

Exemplo Secção Raspagem: 16,50% dos custos totais da Manutenção serão atribuídos a esta secção: 16,5% x  19.200€ = 3.168€

Secções Moldagem e Vulcanização: trabalharam uma para a outra, logo à lugar a prestações recíprocas, o que nos obriga a resolver um sistema de equações para conhecer o custo unitário de cada uma das secções:

Moldagem = 33.960€ + 200 Hm = 1.500 Hm

Vulcanização = 48.980€ + 300 Hm = 2.000 Hm

Resolvendo o sistema concluímos que:

Moldagem = 26,43€

Vulcanização = 28,46€

Assim, temos que atribuir 200 Hm x 28,46€ à secção Moldagem e 300 Hm x 26,43€ à secção Vulcanização. Sendo que não nos podemos esquecer de retirar o valor que vamos atribuir à outra secção do Custo Total da secção em análise. Isto é, exemplo Moldagem: Custos Directos + Custo Manutenção + Custo Vulcanização – Custo atribuído à Vulcanização = C. Total = 28.920€ + 5.040€ + 200 x 28,46€ – 300 x 26,43€ = 41.889€

MAPA DO CUSTO DE PRODUÇÃO:

Pneu AC Pneu L Total
C.unit. Quant. Valor Quant. Valor Quant. Valor
Matéria-Prima
  Bandas de borracha 2€ 21.010 42.020,00€ 17.875 35.750,00€ 38.885 77.770,00€
Custos Transformação
  Raspagem 40,60€ 400 16.240,00€ 400 16.240,00€ 800 32.480,00€
  Enchimento 17,00€ 2.200 37.400,00€ 2.600 44.200,00€ 4.800 81.600,00€
  Moldagem 21,15€ 800 16.918,93€ 500 10.574,33€ 1.300 27.493,27€
  Vulcanização 25,61€ 500 12.804,25€ 1.200 30.730,20€ 1.700 43.534,45€
CIPA 3.820 125.383,18€ 7.150 137.494,53€   262.877,72€
CIPA unitário     32,82€   19,23€    

Cálculos Auxiliares:

Matéria-Prima Consumida: resultada do consumo unitário por produto x quantidade produzida por pneu

  • Pneu AC = 5,5 Kg x 3.820 = 21.010 Kg de MP consumida
  • Pneu L = 2,5 Kg x 7.150 = 17.875 Kg de MP consumida

Quantidade Produzida:

  • Pneu AC = Vendas + Ef – Ei = 3.520 + 1.500 -1.200 = 3.820
  • Pneu L = 7.150 (indicado no enunciado)

Custos de Transformação: No enunciado é indicado a actividade das secções principais pelos produtos, logo a quantidade do mapa será preenchido com as horas de actividade distribuídas pelos produtos de cada secção. Para encontrar o valor, basta multiplicar pelo custo unitário de cada secção encontrado no mapa dos custos de transformação. Exemplo seção Raspagem: Actividade total= 800 Hh, repartidas ao meio para cada tipo de pneu. Custo unitário apurado 40,60€

  • Pneu AC = 400Hh x 40,60€ = 16.240€
  • Pneu L = 400Hh x 40,60€ = 16.240€

CIPA (Custo Industrial do Produto Acabado) = Soma dos custos da MP + CT

CIPA unitário = CIPA / Quantidade produzida

DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS POR FUNÇÕES E PRODUTO

FIFO LIFO
Pneu AC Pneu L Total
Vendas 204.864,00 € 248.000,00 € 452.864,00 €
CIPV 114.548,95 € 154.069,53 € 268.125,95 €
Margem Bruta 90.315,05 € 93.930,47 € 184.245,52 €
Custos Comerciais 26.800,00 €
Custos Administrativos 52.100,00 €
Resultado Operacional     105.345,52 €
Custos Financeiros 10.280,00 €
Proveitos Financeiros 5.360,00 €
Resultado Antes de Imposto     100.425,52 €

Cálculos Auxiliares:

CIPV:

  • Pneu AC (FIFO) = Ei + (Vendas – Ei) x CIPA Unitário = 1.200 x 32€ + (3.520 – 1.200) x 32,82€ = 114.548,95€
  • Pneu L (LIFO) = CIPA + (Vendas – QPA) x Custo das Ei = 137.494,53€ + (8.000 – 7.150) x 19,50€ = 154.069,53€

Nota: Não há informação como distribuir os custos não industriais pelos produtos, logo só há maneira de os apresentar pelo total de custos.

Este é um excelente exercício de Secções Homogéneas, dado que apresenta todas as vertentes deste método!

TS

Anúncios

11 thoughts on “Secções Homogéneas – Exercício Completo”

  1. Olá!
    Estou precisando de ajuda para melhor perceber a matéria que arrolas neste post.

    Gostava também, que me fornecesse material com conteúdos relacionadas a contabilidade de custos, em formato digital.

    Melhores cumprimentos.

    1. Olá Alberto,

      Não envio conteúdos próprios e da faculdade para as pessoas, tudo o que quero partilhar está disponível no blogue. Se tiver algum exercício ou dúvida específica, posso tentar ajudá-lo.

      Cumps,
      TS

  2. Olá Tânia
    Estou co dificuldade nesta matéria (secções homogéneas). Pode informar que existe algum vídeo no youtube afim de perceber melhor? Quanto à unidade obra, unidade de imputação e unidade de custeio como se calcula?

    Melhores cumprimentos

    Carla Cunha

    1. Olá Carla,

      Infelizmente estou em processo de desenho do canal e ainda não tenho os vídeos concluídos. A Carla está em Lisboa? Se quiser podemos combinar e eu dou-lhe uma aula para lhe explicar o método das Secções Homogéneas.

      1. Olá Tânia,
        Obrigada pelo Feed back.
        Sou do Porto, era isso mesmo que precisava… Desculpa pela pergunta descabida, como é que eu sei se existe unidade de obra, unidade de imputação ou de custeio? Existe alguma possibilidade de dar o seu e-mail? Assim poderia enviar um exercício. Conhece alguém do Porto que possa ajudar?

  3. Boa tarde, penso que haja uma pequena gafe no exercício, nas prestações reciprocas.
    No sistema, onde está:

    Moldagem = 33.960€ + 300 Hm = 1.500 Hm
    Vulcanização = 48.980€ + 200 Hm = 2.000 Hm

    Devia estar:
    Moldagem = 33.960€ + 200 Hm = 1.500 Hm
    Vulcanizacao = 48.980€ + 300 Hm = 2.000 Hm

    Pois a moldagem contribui com 300 Hm para a Vulcanizacao e a vulcanizacao contribui com 200 hm para a moldagem fazendo com que o custo unitario da moldagem seja 26,43 e a vulcanizacao de 28,45.

    O custo unitario no mapa dos custos de transformação destas duas secções esta diferente do resultado do sistema, o que penso que nao devia acontecer.

Deixa a tua opinião!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s