Contabilidade

Como Apurar o Custo do Produto Vendido (Caso Prático)

Há quem faça muita confusão com o custo do produto vendido versus o custo do produto fabricado. Um depende do outro, mas no caso de termos existências iniciais de produto fabricado as coisas complicam-se um pouco. Deixo aqui um exemplo para que os conceitos fiquem bem arrumadinhos nas vossas cabeças!

Consideremos a seguinte informação referente ao mês de Março:

Unidades Valor (€)
Exitências em 1-Mar-N 191.250 72.675 €
Vendas 530.000 ?
Exitências em 31-Mar-N 161.250 ?
Custos Industriais ? 200.000 €

1ª Questão: Qual a Quantidade Produzida no mês de Março de N?

Só depois de obtermos a quantidade produzida no mês é que conseguimos resolver este exercício.

Quantidade Produzida = – QEi + Qv + QEf

Q PA = -191.250 + 530.000 + 161.250 = 500.000 unidades produzidas no mês de Março

 

2ª Questão: Qual o critério Valorimétrico utilizado pela Empresa?

Assumindo que a empresa utiliza o CMP (Custo Médio Ponderado):

CMP = (Valor Ei + Valor Produção) / (Qei + QPA)

CMP = (72.675€ + 200.000€) / (191.250 + 500.000) = 0,394466546112116, ou seja, aproximadamente 0,39€/unidade.

 

3ª Questão: Qual o custo do Produto vendido (CIPV)?

CIPV = Quantidade vendida x cmp = 530.000 x 0,39€ = 209.067,27 €

 

4ª Questão: Qual o custo das Ef em armazém a 31-Mar-N?

Ef de PA = Quantidade Ef x cmp = 63.607,73€

Caso a empresa utilize o critério FIFO, teríamos de refazer os últimos 3 passos:

 

2ª Questão: Qual o critério Valorimétrico utilizado pela Empresa?

Assumindo que a empresa utiliza o FIFO (First In First Out):

CIPA Unit = 200.000€ / 500.000 = 0,40€ – cada unidade produzida em Março custou à empresa 0,40€

Custo das Ei PA Unit = 72.675€ / 191.250 = 0,38€ cada unidade produzida antes de 1 de Março custou à empresa 0,38€

 

3ª Questão: Qual o custo do Produto vendido (CIPV)?

Quantidade vendida = 530.000

Primeiro temos de valorizar as vendas pela quantidade produzida mais antiga, ou seja pela Ei de PA. Tínhamos em armazém 191.250 unidades a 0,38€, como as Ei são inferiores à quantidade vendida temos de valorizar a diferença ao custo do produção do mês. Isto é:

CIPV = Qei x c.unit + (Qv – Qei) x CIPA Unit. = 72.675€ + (530.000 – 191.250) x 0,40€ = 208.175€

 

4ª Questão: Qual o custo das Ef em armazém a 31-Mar-N?

A 31 de Março só já temos em armazém produtos valorizados a 0,40€ porque já vendemos todas as Ei. Logo, a Ef de PA será igual a:

Ef PA = Quantidade Ef x CIPA unit = 161.250 x 0,40€ = 64.500€

 

TS

Anúncios

11 thoughts on “Como Apurar o Custo do Produto Vendido (Caso Prático)”

  1. Tania,
    Gostaria de saber como posso achar as Ei de uma produção cujo exercicio apenas consta:
    MP- A 400 Kg 11000,00
    MP – B 50 Kg 500,00 e já foram produzidas 500 unidades entregues ao cliene ao preço de 20,00/unid… Preciso calclar o custo Efpvf.

    Obrigada pela ajuda
    Mcumpts,
    Francisca

    1. Olá Francisca,

      Gostava muito de ajudá-la, mas a informação que me dá, tendo em conta a pergunta não faz sentido algum. De certeza que tem de haver mais dados.

      Vamos analisar a questão: pede a Ei da Produção, sabendo que foram produzidas e entregues ao cliente 500 unidades. Falta saber se houve ou não Ef de PA. Porque se não houve a Ei é zero, Tudo o que foi produzido foi vendido. Se há Ef então pode haver Ei.

      Tem forma de me enviar o enunciado para eu espreitar?

      Cumps,
      TS

  2. Olá Tânia.

    Será que me podes dar uma ajuda neste exercício.

    A Empresa Industrial de Rações, SA produz, em regime de produção conjunta, as rações tipo A e tipo B que comercializa no mercado, após operações de embalagem, ao preço de venda unitário de 3,75€/kg e 4,80€/kg, respectivamente. No ponto de separação obtém, para além dos produtos A e B, o subproduto S que vende a um cliente ao preço de 1.250€/tonelada e o resíduo R que manda destruir pagando 1.500€/tonelada.
    Em certo período N venderam-se 80 toneladas de A e 96 toneladas de B e 12 toneladas de S. Os stocks iniciais eram nulos e no final do período havia 4 toneladas de B. Obtiveram-se 20 toneladas de R. A contabilidade apurou €495.000 de custos de matérias e materiais diretos e gastos de conversão acumulados no ponto de separação e operações específicas de embalagem na fábrica de A e B no montante de €60.000 e de €80.000, respectivamente.
    A empresa reparte os custos conjuntos em função do valor de venda relativo no ponto de separação e mensura o subproduto pelo critério do lucro nulo. O custo das vendas da demonstração de resultados por funções do período N foi de: resposta correta 649.0505

  3. Ola TS,

    Esta de parabens pelo excelente trabalho que esta a desenvolver.
    Calhou-me este site numa altura em que enfrentava dificuldades em resolver este exercicio.

    M/cpts
    FP

Deixa a tua opinião!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s