Aproveitando mais um dúvida que me enviaram, publico mais um exercício para ajudar outras pessoas que possam ter dificuldades em construir as Demonstrações de Resultados pelos diferentes  Sistemas de Custeio ( Total, Racional ou Variável).

Enunciado

Considere que a demonstração de resultados por funções, elaborada pelo Sistema de Custeio Racional, é a seguinte:

  SCR
Vendas 72.000 €
CIPV+CINI 36.600 €
M.Bruta 35.400 €
GDistribuição  
   Variáveis 6.000 €
   Fixos 8.000 €
GAdministrativos 5.000 €
GFinanceiros 7.000 €
RAI 9.400 €

Sabendo ainda que:

  •  Preço de Venda é 60 €/unidade
  • Custos Industriais (totais) subdividem-se em:
  •      Consumo de Matérias-Primas: 18.000 €
  •      Custos de Transformação
  •           Variáveis: 12.000 €
  •           Fixos: 15.000 €
  • Não havia existências iniciais de produtos acabados, mas no final do período em análise verificou-se existências finais de 300 unidades (admita que não existem produtos em vias de fabrico)
  • A empresa está a utilizar actualmente 80% da sua capacidade instalada.

Resolução

1º passo é conhecer a Quantidade Produzida:

Conhecemos o Valor de Vendas (72.000€) que é igual qualquer que seja o sistema de custeio adoptado e sabemos também o preço de venda, logo sabemos a quantidade vendida: Qv = Vendas / Pv = 72.000€ / 60€ = 1.200 unidades vendidas

Sabendo, que a empresa não tinha em armazém no início do período em análise unidades produzidas e que no final do mês sobraram 300 unidades. Conseguimos validar que foram produzidas 1.500 unidades. Como?

Quantidade produzida = Quant. Vendida + Ef PA – Ei PA = 1.200 + 300 – 0 = 1.500 unidades produzidas

Com estes valores já conseguimos calcular os resultados do Sistema de Custeio Total e do Variável. Contudo, para validarmos que a DR apresentada é pelo Sistema de Custeio Racional, devemos também saber a quantidade da capacidade instalada, ou seja, a capacidade máxima de produção nas condições normais da fábrica.

Se actualmente estamos a utilizar 80% da capacidade instalada, o máximo de produção seria 1.875 unidades: 1.500/80% = 1.875 unidades

2º Passo: calcular o Custo Industrial por Unidade produzida (CIPA):

  1. CIPA SCT = MP + CT = 18.000€ + 12.000€ + 15.000€ = 45.000€
  2. CIPA SCT Unitário = CIPA / Quantidade produzida = 45.000€ /1.500 = 30€
  1. CIPA SCV = MP + CT variáveis = 18.000€ + 12.000€ = 30.000€
  2. CIPA SCV Unitário = CIPA / Quantidade produzida = 30.000€ /1.500 = 20€

Para confirmarmos os nossos cálculos podemos calcular o CIPA do SCR:

  1.  CIPA SCR = MP + CT variáveis  + CT fixos x (Quant. PA / Quant. Cap. Instalada)= 18.000€ + 12.000€ + 15.000€ x 80%= 42.000€
  2. CIPA SCR Unitário = CIPA / Quantidade produzida = 42.000€ /1.500 = 28€

3º Passo: conhecer os valores que não serão incorporados no CIPV, ou seja, calcular os Custos industriais não incorporados (CINI):

  • CINI SCR = CIPA SCT – CIPA SCR = 30 € – 28€ = 2€ x 1.500 unidades = 3.000€
  • CINI SCV = CIPA SCT – CIPA SCV = 30 € – 20€ = 10€ x 1.500 unidades = 15.000€ (valor igual aos CT Fixos)

4º Passo Calcular o Custo Industrial dos Produtos Vendidos (CIPV) e acrescentar aos CINI:

  1. CIPV SCT = Qv x CIPA unit SCT = 1.200 x 30€ = 36.000€
  2. CINI  SCT = é sempre igual a 0€
  1. CIPV SCV = Qv x CIPA unit SCV = 1.200 x 20€ = 24.000€
  2. CINI  SCV = 15.000€
  3. CIPV + CINI = 39.000€
  1. CIPV SCR = Qv x CIPA unit SCR = 1.200 x 28€ = 33.600€
  2. CINI  SCR = 3.000€
  3. CIPV + CINI = 36.600€ (Valor igual ao indicado na demonstração do enunciado!)

5º Passo: apresentar as DR’s pelos 3 Sistemas de Custeio:

SCR SCT SCV
Vendas 72.000 € 72.000 € 72.000 €
CIPV+CINI 36.600 € 36.000 € 39.000 €
M.Bruta 35.400 € 36.000 € 33.000 €
GDistribuição
   Variáveis 6.000 € 6.000 € 6.000 €
   Fixos 8.000 € 8.000 € 8.000 €
GAdministrativos 5.000 € 5.000 € 5.000 €
GFinanceiros 7.000 € 7.000 € 7.000 €
RAI 9.400 € 10.000 € 7.000 €

Devem seguir sempre estes passos para conseguirem resolver qualquer exercício de Sistemas de Custeio!

Fim

TS