Baralho de Ideias

Quem ganhar uma vaza dará início à seguinte.

Afinal (parece que) já não estamos em crise…

Olá a todos.

Primeiro que tudo queria apenas esclarecer, excluindo o sarcasmo que (peço desculpa mas) não consigo evitar, tudo o consta neste post resulta de factos verdadeiros e publicados nas respectivas fontes oficiais.

Sendo um interessado por natureza no “estado da arte” do nosso Portugal é com grande orgulho que vos alerto para um dado importantíssimo para as nossas vidas: afinal já não estamos em crise e era tudo a brincar, a dívida pública está a viver o seu maior período desde que há memória e os milhares de desempregados são meros actores /figurantes pagos pela TVI para a próxima novela do horário nobre.

Depois da ironia desta introdução é com grande espanto que, neste belo dia de Verão (coloquei o “V” em maiúscula porque ainda não me adaptei ao novo acordo ortográfico) dou destaque a um ponto específico da publicação de hoje (dia 17-07-2012) do Diário da República, concretamente à Resolução do Conselho de Ministros n.º 63/2012 que, de forma resumida, autoriza a realização da despesa e a assunção de encargos plurianuais no âmbito da participação do Estado Português no projeto de desenvolvimento e produção da aeronave KC-390.

KC-390 (2)

É verdade caros leitores, Portugal é um país de brandos costumes que aposta na tecnologia e na inovação.

Podemos ser um país que (i) está “apertado até ao pescoço” e que tenta mostrar ao mundo que é capaz de viver num clima de austeridade que teima em não ser suficiente (e a culpa é do país e não da austeridade) e (ii) que é uma nação capaz de morrer por uma Europa sem estratégia e com uma crise de identidade ao nível (digo eu) de uma Guerra Mundial. Contudo, e para nossa satisfação, nada disto importa quando podemos ir a bordo “da aeronave  militar de transporte multiusos KC -390 que constitui uma oportunidade única para dinamizar a capacitação do cluster aeronáutico”.

Por último, e talvez o mais importante, é que a verba destinada a esta participação digna da bravura dos nobres portugueses que nos enchem de orgulho por terem feito parte dos nossos “Descobrimentos”, é de apenas 30 milhões de euros.

Qual sobretaxa extraordinária, qual imposto de solidariedade…Viva a KC-390 que nos há-de colocar no auge do turismo aeroespacial!

E com isto me calo, pois não tenho mais nada a dizer.

E vocês?

About João Tomás Bossa

Sou licenciado em Gestão pelo ISEG e mestre em Contabilidade pelo ISCAL. Profissionalmente trabalho no sector financeiro nas áreas de contabilidade / fiscalidade. Sou apaixonado pela área dos mercados financeiros e fiscalidade. Como hobbies sou viciado em séries de TV e participo regularmente em provas de atletismo.

Deixa a tua opinião!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 17 Julho 2012 by in Economia & Finanças.

Navegação

Jogadas anteriores

Fonte da imagem do cabeçalho

Jogadores

%d bloggers like this: