Criei esta categoria para ajudar quem precisar de algumas dicas para Contabilidade de Gestão ou Planeamento e Controlo de Gestão.

Cálculo do Custo Industrial de Produção:

Fonte: adaptado do livro Contabilidade de Gestão de António C. Pires Caiado

Análise do Esquema apresentado:

O Custo Industrial de Produção (CIP) é constituído por 3 principais componentes: Matéria-prima, Mão-de-Obra Directa e Gastos Gerais de Fabrico.

  • Matéria-Prima (MP): EiMP + (Compras + Custos de compras – Devoluções – Descontos Comerciais) – EfMP
  • Mão-de-Obra Directa (MOD): Salários dos Operários + Custos Sociais
  • Gastos Gerais de Fabrico (GGF): Ei Materiais Indirectos + Compras Materiais Indirectos – Ef Materiais Indirectos + MOI + Outros custos de produção indirectos (energia eléctrica, amortizações dos equipamentos, das máquinas e do edifício industriais, etc.)
  • NOTA: Materiais Indirectos inclui Matérias Subsidiárias e/ou Materiais Diversos

O Custo Industrial da Produção Acabada (CIPA) corresponde ao custos industriais que ocorreram durante o período (CIP), acrescentando o valor de produção não acabada (PVF) existente no início do período e retirando o valor de produção não acabada do fim do período.

O Custo industrial da Produção Vendida (CIPV) resulta de aos custos industriais incorporados nos produtos (CIPA), acrescentarmos o valor de produção acabada (PA) existente no início do período e retirando o valor de produção acabada do fim do período.

Custo Complexivo obtém-se somando ao Custo industrial da Produção Vendida (CIPV), os Custos Não Industriais: Custos de Distribuição, Custos Administrativos e Custos Financeiros.

Legenda:

  • Ei – Existências Iniciais
  • Ef – Existências Finais
  • C.Primo: Custo das Matérias-Primas e Mão-de-Obra Directa
  • C.Transformação: Custo da Mão-de-Obra Directa e dos Gastos Gerais de Fabrico
  • MOI – Mão-de-obra Indirecta

TS